Exame para Reconhecimento da Cidadania Italiana

Exame de Naturalização para Cidadania Italiana: Ficará mais difícil de reconhecer?

Ciao!

O Governo Italiano apresentou ontem 03/10/2018 uma lei para estabelecer um “Exame de Naturalização” para os novos cidadãos.

Dados governamentais indicam que somente em 2016 cerca de 202 mil estrangeiros tiveram sucesso em obter a cidadania italiana, isso demonstra crescimento exponencial em poucos anos já que em 2011 eram menos de 50 mil. Com isso em 2015, a Itália bateu o recorde europeu de concessão de cidadanias novas a estrangeiros. Esse é um dos motivos que levou a apresentação ao Senado de um projeto de lei que pretende criar um exame de naturalização para que alguém possa se tornar italiano, desse modo o reconhecimento da cidadania passaria a ser o resultado de uma verdadeira integração.

O projeto de lei 718 é chamado “disposizioni concernenti l’introduzione di un esame di naturalizzazione per gli stranieri e gli apolidi che richiedono la cittadinanza” ou em uma tradução livre: Disposições sobre a introdução de um exame de naturalização aos estrangeiros e apátridas que requerem cidadania. 

***É importante observar que isto se aplica somente a Apátridas e pessoas que requisitam a cidadania italiana por residir legalmente na Itália a pelo menos 10 anos. E não se aplica a requisições por linhagem sanguínea.

O Exame prevê entre outras coisas, verificar o conhecimento do candidato a cidadania em aspectos como:

  • Lingua Italiana
  • Cultura Geral
  • História
  • Usos e Costumes locais da comunidade regional, onde está sendo feito o pedido.

O Documento diz que a cidadania deve ser a conclusão de um processo que leva o estrangeiro a perfeita integração com o território e com os demais cidadãos e não um simples ato administrativo desvinculado completamente do contexto social. Ainda segundo o texto, o exame não é uma dificuldade a mais para o processo e sim um convite  aos imigrantes de aprofundarem seu conhecimento sobre o nosso pais e para evitar a criação de Guetos que podem levar a dificuldades, e em alguns casos a fenômenos de desvio de conduta.

Na verdade obrigar quem requer o reconhecimento da cidadania a fazer um exame não é novidade de forma alguma. Em muitos países, como Reino Unido e Estados Unidos é uma pratica já consolidada. E os legisladores entendem que é hora da Itália se alinhar com tais parâmetros.

 

Arrivederci !

 

Você pode ver mais detalhes no site do senado italiano, clicando em “Exame de Naturalização para reconhecimento da cidadania Italiana”

Deixe seu Comentário ou Pergunta: